• DICTUM
    a_s

  • A s'inimigu parare, a sa justizia fuire.
  • A sã política é filha da razão e da moral.
  • A sabedoria chega por fim a alguns velhos para os consolar e distrair dos seus males e dores corporais.
  • A sabedoria confere aos homens uma especial independência pelos prazeres sensuais que escusa, e os intelectuais que possui.
  • A sabedoria confere aos seus cultores uma fruição latente e misteriosa que os homens vulgares não podem conceber nem compreender.
  • A sabedoria divina compreende toda a invenção e ciência possível a um Deus: é inexaurível e eterna.
  • A Sabedoria é o maior dos bens da vida: mas quanto custa e quando chega!
  • A sabedoria é reputada geralmente pobre, porque se não podem ver os seus tesouros.
  • A sabedoria é sintética, resume tudo.
  • A sabedoria é sintética; ela se expressa por máximas, sentenças e aforismos.
  • A sabedoria humana bem considerada é uma loucura menos disparatada.
  • A sabedoria humana bem ponderada vale sempre menos do que custa.
  • A sabedoria indigente é menos invejada, que a ignorância opulenta.
  • A sabedoria não vem dos ricos, vem dos pobres.
  • A sabedoria vem de Deus e a astúcia do demónio.
  • A sabedoria vem do escutar, do falar vem o arrependimento.
  • A sacco vecchio, conuengono molte pezze.
  • A sack full of fleas is easier to watch than a woman.
    de] Ein Sack voll Flöhe ist leichter zu hüten wie ein Weib.
  • A sack is best tied before it is full.
    fr] On lie bien le sac avant qu'il soit plein.
  • A sack was never so full but it could hold another grain.
    it] Non fu mai sacco sì pieno che non v'entrasse ancor un grano.
  • A sack was never so full but that it would hold another grain.
    fr] Le sac ne fut oncques si plein que n'y entrât bien un grain.
  • A sacris.
  • A sad bride makes a glad wife.
    nl] Eene bedroefde bruid maakt eene blijde vrouw.
  • A saddle fits more backs than one.
    it] Una sella non s'adatta ad un dosso solo.
  • A saeculo et usque in saeculum.
  • A safe conscience makes a sound sleep.
  • A saft aiver was ne'er a gude horse.
  • A sage is the instructor of a hundred ages.
  • A sagittis Hungarorum libera nos domine!
  • A sailor must have his eye trained to the rocks and sands as well as the north star.
  • A sailor without a destination cannot hope for a favorable wind.
  • A saint abroad (and) a devil at home.
  • A saint Barnabé,
    La faux au pré;
    En juillet,
    Faucille au poignet.
  • A saint in crape is twice a saint in lawn.
  • A saint's maid quotes Latin.
  • A Sainte Catherine, le sot épouse la petite sotte.
  • À salada bem salgada, pouco vinagre, bem azeitada.
  • A salada quer-se com vinagre deitado por um somítico, azeite por um pródigo, e mexida por um tolo.
  • A salvo está quem repica (o sino).
  • A Sammarti', lo mosto diventa vi'.
  • A Sammarti', se proa tutto 'o vì.
  • A san Barnabà, il dì piu longo del'istà.
  • A san Barnabà, la falce al prà.
  • A San Bastian un'uah e in passu din can.
  • A San Bastiano un'ora in mano "traduzione al 20 vgennaio un'ora piena di luce in più"
  • A san Benedetto la (o. una) rondine (è) sotto il tetto.
  • A San Bias a nev a toca u nas (per San Biagio la neve arriva al naso)
  • A San Francisco (4. 10.), le live aglio canistro.
  • A san geminiano, la neve in mano.
  • A san Lorenzo (10. 8.) il (o. lo) dente, la noce già sente.
  • A san Luca, la merenda va nella buca.
  • A san Luca, le nespole si speluca.
  • A San Martin (11. 11.) corre el grando e anca el piccinin.
  • A san Martin se veste el grando e anca el piccenin.
  • A san martino caldarroste e novel vino.
  • A San Martino il mosto diventa vino.
  • A san Martino ogni mosto è vino.
  • A San Martino ogni mosto si fa vino.
  • A San Martino, bevi il buon vino, e lascia andar l'acqua al molino.
  • A San Martino, si prova tutto il vino.
  • A san Matteo il cacciatore salta in piedi.
  • A san Michele, il calor va nel cielo.
  • A San Simone il ventaglio si ripone.
  • A san Valentino la primavera e' (o. sta) vicino.
  • A san Valentino, primavera è vicina.
  • A sandal is not a shoe; a cap is not a turban.
  • A sangue caldo nessun giudizio e' saldo.
  • A sant Antoni fredd de demoni.
  • A sant' Vrbano, il formento ha fatto il grano.
  • A Sant'André la fioca per i pé.
  • A sant'Andria o freido dciappa a pria.
  • A sant'Anna corre l'acqua per la piana.
  • A Santa Caterina (25. 11.) (la) neve sulla collina.
  • A Santa Caterina porta i buoi in cascina.
  • A Santa Caterina, o neve o brina tira fuori la fascina.
  • A Santa Lucia (13. 12.) 'a nive è ppe la via.
  • A santa Lucia passo di gallina, a Natale passo di cane.
  • À Santa Maria, não lhe cantes vigília.
  • A Sante vicchije 'nze appicce 'cchié cannèle.
  • A santo que não conheço, não rezo nem ofereço.
  • A Santo vecchio non si accendono più candele.
  • A santos que não conheço, não lhe rezo nem ofereço.
  • A santos que não conheço, nem rezo nem ofereço.
  • A Santu Biase 'o sole p' 'e case, a sant'Andulino 'o sole p' 'e marine
  • A sapiente viro sapientiam discere convenit.
  • A sardinha mal guardada faz o gato ladrão.
  • A sardonic laugh; a forced ironical laugh.
  • A satirical poet is the check of the layman on bad priests.
  • A satirist is a man who discovers unpleasant things about himself and then says them about other people.
  • A satisfied man doesn't understand the feeling of a hungry man.
  • A saudade é a companheira dos que não têm companhia.
  • A saudade não mata, mas sepulta o coração em vida.
  • A saudade torna presente o passado.
  • A saúde das pessoas é a doença dos médicos.
  • À saúde dos abades bebem os reitores.
  • À saúde dos abades, bebem os reitores.
  • A saúde dos velhos é mui remendada.
  • A saúde é minguada onde a ciência é avultada.
  • A saúde é o maior tesouro.
  • A saúde é um bem de tal importância que ela só constitui o fundo principal da felicidade humana.
  • <<< list home >>>