• DICTUM
    a_n

  • A nação de espírito é talvez a maior das abstrações do entendimento humano.
  • A nação é sempre leal ao Príncipe justo e liberal.
  • A nação francesa tem mais engenho e menos juízo que a inglesa.
  • A nação mais ignorante é para onde concorrem e prosperam os charlatães menos sagazes e mais audazes.
  • A nação mais imoral e corrompida é a que contém mais ingratos, invejosos e traidores.
  • A nacionalidade se perde pela imitação e admiração servil das instituições, usos e costumes dos povos estrangeiros.
  • A Nadal 'l pass d'un gal, Sant'Antoni un'ora boni.
  • A Nadal sulun a Pasqua stisun o a Nadal stisun a Pasqua sulun.
  • A nadal un pas ad gal e a la vecia una oreta e sant antoni una ora bona.
  • A nag wi' a wame and a mare wi' nane are no a gude pair.
  • A naier bezim kehrt gut.
  • A nail secures the horse-shoe, the shoe the horse, the horse the man, the man the castle, and the castle the whole land.
    de] Ein Nagel erhällt ein Eisen, das Eisen ein Roß, das Roß den Mann, der Mann eine Burg und die Burg das ganze Land.
  • A name is no despicable matter. Napoleon, for the sake of a great name, broke in pieces almost half a world.
  • A name to conjure with.
    de] Ein Name, der Wunder wirkt.
  • A name, it has more than nominal worth,
    And belongs to good or bad luck at birth.
  • A não ser que a memória me engana.
  • A nare incipe.
  • A narração de um fato não faz um direito.
  • A narrow faith has much more energy than an enlightened one.
  • A narrow neck keeps the bottle from being emptied in one swig.
  • A naso tagliato, non bisognan' occhiali.
  • A nasty experience.
    de] Eine unangenehme Sache.
  • A Nata' su lo balco', a Pasqua co' lo tizzo'.
  • A Natale con i tuoi, a Pasqua con chi vuoi.
  • A Natale sul balcone, a Pasqua col tizzone.
  • A Natale sul balcone, a Pasqua con il camino acceso.
  • A Natale, mezzo pane; a Pasqua, mezzo vino.
  • A nation is a society united by delusions about its ancestry and by (a) common hatred of its neighbors.
  • A nation or civilization that continues to produce soft-minded men purchases its own spiritual death on an installment plan.
  • A nation reveals itself not only by the men it produces but also by the men it honors, the men it remembers.
  • A nation that continues to produce soft-minded men purchases its own spiritual death on the installment plan.
  • A nation that draws too broad a difference between its scholars and its warriors will have its thinking done by cowards, and its fighting done by fools.
  • A nation which can prefer disgrace to danger is prepared for a master, and deserves one.
  • A nation which labours, and takes care of the fruits of labour, would be rich and happy, though there were no gold in the universe.
  • A nation without a language is a nation without a heart.
  • A nation's moral flag flies in the spirit of its people.
  • A nation's strength ultimately consists in what it can do on its own, and not in what it can borrow from others.
  • A nation's treasure: scholars.
  • A national debt, if it is not excessive, will be to us a national blessing.
  • A natura ceterorum abhorrere.
  • A natura discedimus, populo nos damus nullius rei bono auctori et in hac re sicut in his omnibus inconstantissimo.
  • A natura mihi videtur potius quam ab indigentia orta amicitia.
  • A natura nemo mutatur, sed de malo peior nascitur.
  • A natura non deerrare et ad illius legem exemplumque formari sapientia est.
  • A natura rei.
  • A natural inclinação vence tudo.
  • A natural paradise with parks and reserves highland and the spectacular lake Malawi.
  • A natureza a todos dá o que lhe convém.
  • A natureza bem regida pouco há mister.
  • A natureza com pouco é contente(o. se contenta).
  • A natureza consome tudo, para tudo reproduzir.
  • A natureza cria o bom e o mau.
  • A natureza criou os prazeres; o homem criou os excessos.
  • A natureza dá a vida, mas a vida ensina a viver.
  • A natureza é a arte nada fazem em vão.
  • A natureza é a sabedoria de Deus revelada nas suas obras.
  • A natureza é misteriosa porque o seu autor é também incompreensível.
  • A natureza é muda para os néscios, como os livros para aqueles que não sabem lê-los.
  • A natureza é uma grande mestra: jamais erra.
  • A natureza educa os animais, a sociedade os homens: a educação daqueles é uniforme, a dos homens variada.
  • A natureza ensina a falar e a razão a calar.
  • A natureza fala pelos instintos e se revela neles.
  • A natureza humana com força se justifica.
  • A natureza não é vencida pela arte humana.
  • A natureza não falta ao necessário e nem abunda no supérfluo.
  • A natureza não nos engana, somos nós que nos enganamos com ela.
  • A natureza não sabe copiar; quanto gera e produz é tudo original.
  • A natureza puxa mais que cem cavalos.
  • A natureza requer muito pouco.
  • A natureza suplanta a educação.
  • A natureza tem horror ao vácuo.
  • A natureza tem limites, a imaginação não os tem.
  • A natureza veste e arma os animais, a inteligência, os homens.
  • A naughty child is better sick then whole.
  • A naughty child must be roughly rocked.
    dk] Ondt Barn skal man ilde vugge.
  • A nave malconcia, ogni vento è contrario.
  • A nave quae submergitur, quodcumque ceperis, est lucrum.
  • A nave rotta, ogni vento è contrario.
  • A navio roto todo vento é contrário.
  • A navio roto, todos os ventos são contrários.
  • A ne rien faire, on fait des dettes.
  • A near go.
    de] Ein knappes Entkommen.
  • A near miss.
    de] Eine knappe Sache; knapp daneben.
  • A near neighbour is better than a distant cousin.
    it] E meglio un prossimo vicino che un lontano cugino.
  • A necessary evil.
  • A necessary lie is harmless.
    de] Eine Notlüge schadet nichts.
  • A necessidade aguça o engenho (o. entendimento/talento).
  • A necessidade aguça o engenho.
  • A necessidade carece de lei.
  • A necessidade conduz a Deus.
  • A necessidade dá talento.
  • À necessidade dá-se perdão.
  • A necessidade desconhece a lei.
  • A necessidade é a coisa mais poderosa de todas.
  • A necessidade é a mãe da invenção.
  • A necessidade é a mãe das artes.
  • A necessidade é a mãe do engenho.
  • A necessidade é a mestra da arte.
  • A necessidade é a primeira lei.
  • A necessidade é distribuidora de talento.
  • <<< list home >>>